sexta-feira, 21 de julho de 2017

Leia o comunicado da Fundação Americana de Prevenção ao Suicídio após morte de Chester Bennington


O suicídio infelizmente parece estar se tornando algo endêmico que vem assolando boa parte da população mundial, bem mais até do que se pensa, tendo obviamente muito maior repercussão quando atinge à classe artística.

Diante dessa realidade alarmante e amplamente midiática com o suicídio de Chester Bennington, vocalista do Linkin Park na manhã de ontem, a Fundação Americana de Prevenção ao Suicídio decidiu emitir o seguinte comunicado:

 “Nunca existe apenas uma única razão para o suicídio. Ele é resultado de muitos fatores que se unem, como uma condição mental comprometida e o acesso a meios letais. Devemos fazer mais para evitar mortes trágicas através de uma maior conscientização sobre os problemas da saúde mental, riscos comuns e sinais de alerta, além de intervenções e tratamentos eficazes.
Os meios de comunicação e as pessoas interessadas em mais informações sobre suicídios, sinais de alerta e prevenção podem encontrá-las em nosso site. Para obter informações sobre como reportar um suicídio, leia aqui. É importante NÃO mencionar o método de suicídio nas reportagens, pois isso pode levar a um possível contágio suicida ou a um suicídio por imitação".