quinta-feira, 20 de julho de 2017

ACDC: a estranha relação de Phil Rudd com prostitutas


O tablóide Daily Mail Australia entrevistou algumas das profissionais contratadas por Phil Rudd durante os últimos anos de esbórnia. Elas informam que ele por vezes age de forma incoerente, gosta de ser chamado de "babe", gosta de sexo grupal, mas não gosta de usar preservativos, não gosta que brinquem com seu cachorrinho e, grande pecado entre os citados, não gosta de pagar quando cobrado.

Apesar de Rudd pagar valores que podiam chegar a US$1500 por períodos de 8 a 10 horas, algumas garotas preferiam não arriscar devido a fama de cliente difícil do baterista.

Segundo depoimentos a paranoia de Rudd chegava ao ponto de exigir que algumas das acompanhantes fossem revistadas por seus seguranças.

Algumas das garotas confirmam que Rudd deve dinheiro a elas e a seus empresários e que nem todas transavam com ele, algumas servindo apenas de companhia ou passando horas e horas observando. Já aquelas de quem ele gostava mais e exigia trabalho completo e durante mais tempo chegavam a ganhar muito, até 40 mil dólares.

Leia alguns depoimentos abaixo:

"Eu nunca iria lá de novo, nem que me pagassem um milhão de dólares por semana. Ele frequentemente contrata uma garota, às vezes até cinco. Ele é um doente que tenta manter a sua imagem."

"Eu fiquei lá desde a noite até o dia seguinte. Eu sou uma mulher madura e ele queria que eu me juntasse a outras garotas. E eu disse não. Eu não faço nada com outras mulheres. E ele queria que eu fizesse."

"Algo que eu não gosto nele é que ele não gosta de usar preservativos. Eu não faço sexo sem proteção. A quantidade de mulheres com que ele fica, é muito arriscado."

"Havia quatro garotas uma das vezes que estive lá. Ele separava as garotas. No seu barco, ele colocava cada uma em um dos aposentos. E ia aleatoriamente a cada aposento."

"Ele não gostava que brincássemos com seu cachorrinho. Ele o levava em uma gaiola e nós achamos curioso. Ele brigou conosco quando brincamos com o cachorro."

"Quando ele gostava de uma garota, ele pagava caro e gostava de ter relações com ela na frente de outras pessoas. Algumas garotas fazem qualquer coisa porque ele é um grande cliente - mesmo que elas não se sintam confortáveis."

"Algumas vezes ele se irritava ao discutir os pagamentos. Ele podia ficar muito nervoso muito rápido. É um cara muito volátil. Ele é estranho. É difícil ficar com ele porque não dá para entendê-lo. Se ele não come, você não come, se ele não toma banho, você não toma banho. Ele não permite celulares e não permite bolsas porque tem medo de ser roubado. É embaraçoso e idiota. Uma vez ele me deixou no barco sozinha sem ter como sair."