quarta-feira, 14 de junho de 2017

KISS: eterno caça-niqueis Gene Simmons quer patentear a Mão Chifrada


A dupla de chefões do KISS, Paul Stanley e Gene Simmons não pára de correr atras do tilintar das moedas de todas as formas.

As últimas tinham sido lançar cordas de guitarra para praticar Air Guitar, vindas numa embalagem vazia e a "Destroyer Cola". a Coca-cola da banda.

Agora o linguarudo caça-níquel a qualquer custo Gene Simmons entrou com pedido de apropriação da patente dentro da categoria "entretenimento, a saber, show ao vivo por artistas, apresentações individuais de artistas da música", pelo gesto da "Mão Chifrada", o símbolo mais famoso no meio do heavy metal e do rock em geral.

Segundo Simmons, ele gesticulou os chifres na mão pela primeira vez no dia 14 de novembro de 1974, durante os shows da turnê do álbum "Hotten Than Hell".

Empiricamente o gesto é universalmente atribuído ao querido nanico gigante, Ronnie James Dio, desde os tempos de Rainbow, mas tomando maior proporção na sua fase no Black Sabbath, a partir de 1978.

Lars Ülrich e James Hetfield, ambos do Metallica parecem não terem dúvidas quanto a isso:

"Tem que ser o Ronnie James Dio. Eu lembro que o Rainbow costumava tocar na Dinamarca e eu costumava vê-lo fazendo-o muitas vezes lá pelos idos de '75, '76, '77, e tinha tudo a ver com Rainbow, Black Sabbath e Thin Lizzy.", disse Lars.

"Eu acho que foi o Dio... Eu acho que originalmente foi o Homem-aranha. Também significa 'Eu te amo' na linguagem dos sinais. Sei lá, 'mais duas músicas!', coisas do tipo", disse Hetfield.

Ah, deixem os "chifres" do Nanico em paz!