sexta-feira, 5 de maio de 2017

Pink Floyd: Ummagumma - o álbum único


Misterioso desde o título, Ummagumma (uma gíria para sexo, criada pelo roadie da banda), é o quarto álbum do Pink Floyd, lançado em 25 de outubro de 1969.

Apesar de bem recebido à época, os próprios integrantes da banda o renegam como algo no mínimo pretensioso. Além do material gravado ao vivo, a segunda parte deste álbum duplo traz contribuições individuais de cada membro do quarteto.

Pode-se dizer que Ummagumma e 'The Beatles (White Album)', gravado um ano antes também em Abbey Road, encontram-se no mesmo ponto de uma curva mas em sentidos opostos: Pink Floyd perseguia a identidade que os Beatles viam esfacelar. Ambos carecem de um sentido de 'conceito'.

Esse é o ponto em que a já cinzenta zona ocupada pelo rock progressivo adquire tons ainda mais fugidios, o que explica por que esta obra foi sumariamente excluída da batalha de álbuns floydianos promovida pelo blog: a total ausência de um denominador comum.

Entre os muitos acertos e erros de uma banda superlativa, Ummagumma não pertence a nenhum dos dois.

Numa competição entre as mais diversas vertentes floydianas, essa sublime experiência figura como Hors Concours!

Antes de Waters pesar a mão sobre o grupo, de Gilmour descobrir seu timbre, desvencilhando-se gradualmente do papel de Doppelgänger de Barrett (que desempenhou assustadoramente bem) pelo qual fora admitido, antes da própria banda se emancipar da influência de Syd, Ummagumma precede a epifania que marca as grandes bandas.

É justamente esse o seu poder, a sensação de estática no ar, de um enorme potencial a se preencher (são infindáveis as sensações sugeridas por Sysyphus e The Grand Vizier´s Garden Party).

A capa concebida pela Hipgnosis brinca com a Narrativa em Abismo, alterando a posição dos membros a cada recorrência da tela situada à esquerda.

O grande destaque do álbum ao vivo é a belíssima suíte Saucerful of Secrets, ela mesma quadripartite, introduzindo a concepção do álbum de estúdio. Uma prova da capacidade do grupo de se reinventar, relegando a faixa original do álbum homônimo a um mero esquema.

Grantchester Meadows é o insuspeito lado folk de Waters. Os sussurros e sibilos cacofônicos da letra imitam a natureza ao redor. Tudo isso é reduzido a consoantes barulhentas a seguir, em Several Species of Small Furry Animals Gathered Together in a Cave and Grooving With a Pict. O gênio aliterativo de Waters.



Tracklist:

Disc: 1

1. Astronomy Domine (Live) (1994 Digital Remaster)

2. Careful With That Axe Eugene (Live) (1994 Digital Remaster)

3. Set The Controls For The Heart Of The Sun (Live) (1994 Digital Remaster)

4. A Saucerful Of Secrets (Live) (1994 Digital Remaster)

Disc: 2

1. Sysyphus (Part 1)

2. Sysyphus (Part 2)

3. Sysyphus (Part 3)

4. Sysyphus (Part 4)

5. Grantchester Meadows

6. Several Species Of Small Furry Animals Gathered Together In A Cave And Grooving With A Pict

7. The Narrow Way (Part 1)

8. The Narrow Way (Part 2) The Narrow Way (Part 3)

9. The Grand Vizier's Garden Party (Entrance)

10. The Grand Vizier's Garden Party (Entertainment)

11. The Grand Vizier's Garden Party (Exit)

Por RENATO AZAMBUJA (o nosso Salvador Dali).