quinta-feira, 18 de maio de 2017

Morte de Chris Cornell teria sido suicídio?


Ao menos essa é a forte hipótese com que trabalha a polícia de Detroit.

Seguem as palavras do policial local:

“À meia-noite recebemos uma chamada do 911 do MGM Grand Casino Hotel. Parece que um amigo da família estava procurando Cornell a pedido de sua esposa. Ele foi ao hotel e descobriu que ele estava no chão do banheiro e não respondia. A polícia chegou ao local e ele foi declarado morto. Atualmente, nossa investigação está inclinada para a possibilidade de suicídio, mas precisamos aguardar o relatório médico para determinar a causa da morte. Neste momento não podemos liberar muita informação sobre o que observamos no quarto de hotel de Chris Cornell ou o que nos levou a essa conclusão”.

Corroborando com tal possibilidade, adicione-se o fato de o vocalista fora encontrado com uma faixa no pescoço, sugerindo um possível estrangulamento.

Coincidência ou não, a última canção entoada por Cornell em seu último show ontem foi "Slaves & bulldozers", com o refrão de "In my time of dying", do Led Zeppelin, que diz:

"Na hora do meu fim, não quero ninguém de luto. Só o que eu quero que você faça é levar meu corpo para casa. Bem, bem, bem, então eu posso morrer sossegado".

Em breve maiores informações...