segunda-feira, 8 de maio de 2017

Iron Maiden: um tocante relato de Bruce Dickinson


O frontman da Velha Donzela viu um drama em 2014 ao se diagnosticado com câncer na língua, gerando além do óbvio medo de perder a vida, também o medo de perder a voz e encerrar a carreira.

Sobre tal pesadelo e sua vitória, Bruce proferiu à revista Kerrang:

"Eu estava preocupadíssimo para os primeiros shows após o retorno, pois ninguém sabia como soaria minha voz. Era questão de abrir a boca e ver o que acontecia. Mantive uma atitude agressiva contra o câncer, queria apenas resolver o problema, mas rejeitei muitas coisas como usar tubos para me alimentar, apesar que eu queria fazer tudo o mais rápido possível pra ver como seria o resultado final, se não desse certo pensaria em alguma outra coisa. A tendência é você ficar com pena de si mesmo, e eu passei por isto, mas depois me convenci que daria tudo certo. E deu, eu tive muita sorte de não emagrecer drasticamente, o que acontece com muitas pessoas. A única sequela é que não sinto mais o gosto do açúcar, mas foda-se, o importante é estar vivo, para ser honesto contigo".