terça-feira, 4 de abril de 2017

Que tal ser membro do Deep Purple por ao menos um acorde?


O felizardo foi o produtor e guitarrista sueco Tommy Denander:

“Bob Ezrin (produtor do álbum "inFinite") entrou em contato e pediu que eu aproveitasse a folga da banda em Estocolmo, pois não tinham muito tempo entre as turnês para finalizar o trabalho. Registramos vocais e partes de teclado, mas falta um acorde de guitarra na música ‘Top Of The World’. Bob disse para eu mesmo fazer. Fui até meu estúdio, peguei o instrumento, emulei o estilo de Steve e fiz três takes. Durou menos de um minuto. Fiz milhares de sessões, mas nada pode ser mais legal ou divertido que um acorde em um álbum do Deep Purple. Minha participação aparece logo após a parte falada, ao final da canção”.

Entrou para a história da púrpura profunda.