quinta-feira, 27 de abril de 2017

Pink Floyd: comente - qual você prefere, The Dark Side of the Moon ou Wish You Were Here?


Após eu perceber a boa participação dos leitores no post 34 anos do epílogo "maldito" The Final Cut. O que você acha deste álbum do Pink Floyd? resolvi aproveitar o ganho e desenvolver aqui uma série bem-humorada, leve e sem maiores profundidades, colocando para você leitor opinar entre álbuns do Floyd que selecionarei post a post, tendo como base uma certa afinidade sonoro-estética ou temporal entre eles.

Detalhe: a princípio deixei de fora o quadrado mágico (Dark Side, Wish You Were Here, Animals e The Wall), além do próprio The Final Cut, que inspirou essa brincadeira toda.

No primeiro embate, "Qual álbum você prefere, Piper ou Saucerful?", Deu "Piper" na cabeça.

No segundo embate, "Pink Floyd: Qual você prefere, "More" ou "Obscured by Clouds"?" deu "Obscured by Clouds".

No terceiro embate, "Pink Floyd: Qual você prefere, "Atom Heart Mother" x "Meddle"?" deu
"Meddle".

No quarto embate, Pink Floyd: Qual você prefere, "A Momentary Lapse of Reason" ou "The Division Bell"?, deu "The Division Bell".


Agora o último embate:

"The Dark Side of The Moon" x "Wish You Were Here"


"The Dark Side of The Moon"

Lançado em 1973, este álbum foi simplesmente o grande divisor de águas da carreira do Pink Floyd, que finalmente provava que poderia caminhar sem Syd Barrett.
O grande marco no rock progressivo, sendo tão nababesco que deixou outros bons álbuns de outras bandas do gênero a anos-luz de sua produção e resultado. É o disco onde Roger Waters pega a responsabilidade, mata no peito e sai jogando, ao assumir todas as letras das canções presentes neste obra.
O single "Money" de autoria de Waters ficou 731 semanas na parada da Billboard, sendo um recorde de quebra quase que inimaginável.
O álbum superou a casa dos 40 milhões de discos vendidos, ficando no geral atrás apenas de "Thriller", de Michael Jackson.
Sua capa é certamente uma das mais reconhecidas do planeta, sobretudo por não conter o nome do grupo nela escrito.
Nele se encontra o maior legado musical do tecladista Richard Wright na canção "The Great Gig in The Sky", com o canto majestoso da cantora Clare Torry.
Uma experiência completa.

Tracklist:

1. Speak to Me
2. Breathe (In The Air)
3. On The Run
4. Time
5. The Great Gig in the Sky
6. Money
7. Us and Them
8. Any Colour You Like
9. Brain Damage
10. Eclipse




"Wish You Were Here"

Lançado em 1975, este álbum teve a ingrata missão de suscer um dos maiores sucessos da indústria fonográfica.
Porem se saíra enormemente bem, pois tratou-se de um trabalho que emanou afetividade, já que se tratava do tema ausência, em especial do criador de tudo aquilo, Syd Barrett, que reza a lenda apareceu em pessoa nas gravações causando grande comoção nos membros presentes.
Este é o trabalho preferido do próprio grupo, que ainda gozava de bom relacionamento e prazer de trabalhar uns com os outros, o que viria a ficar bem complicado anos mais tarde.
A linda canção-título, de autoria de Gilmour e Waters se tornou até clichê em aulas de violão e barzinhos.
A pedrada "Have Cigar" é puro rock and roll e a espetacular "Shine on you Crazy Diamond", que abre e fecha a obra, é onde podemos sentir em toda ela, a atmosfera de Syd Barrett pairando.

Tracklist:

1.Shine On You Crazy Diamond, Pts. 1-5
2.Welcome to the Machine
3.Have a Cigar
4.Wish You Were Here
5.Shine On You Crazy Diamond, Pts. 6-9



E aí, qual você prefere? Comente!