quinta-feira, 20 de abril de 2017

Juíza barra EP póstumo de Prince que seria lançado amanhã


Ontem noticiei aqui que o EP póstumo de Prince terá seis faixas gospel-blues .

Pois bem, teria.

Acontece que a família do astro saudoso que detém o seu espólio conseguiu que uma juíza do estado de Minnesota barrasse ao menos em caráter provisório o lançamento de "Deliverance", que ocorreria amanhã, quando se completa um ano de sua morte.

A argumentação foi que as gravações quebravam um acordo de confidencialidade entre o cantor e seu ex-engenheiro de som, Ian Boxhill.

A juíza Wilhelmina Wright ainda determinou que Ian Boxhill entregue todas as "gravações originais, cópias analógicas e digitais e qualquer trabalho derivado delas", para o administrador do espólio de Prince.