terça-feira, 21 de março de 2017

Há 40 anos o AC/DC dava mais Rock à Austrália


Pois no dia 21 de março de 1977 a banda da Oceania lançou somente naquelas bandas seu quarto e ótimo álbum de estúdio, "Let There Be Rock", carregado de um som blues-hard-rock.

A obra somente chegaria ao resto do mundo em julho daquele ano e marcou por ser o último álbum gravado com o baixista Mark Evans, que devido a desentendimentos como o guitarrista Angus Young, deixou o grupo para dar lugar a Cliff Williams, que assumiu o posto em definitivo até a sua recém-anunciada aposentadoria.

Era o começo do aquecimento para um estouro absoluto que na década seguinte, infelizmente já sem o saudoso frontman Bon Scott.

Mas "Let There Be Rock", o AC/DC começa a se embalar numa ascendente de ótimos discos a começar por este com uma canção melhor que a outra.

Aqui temos as ótimas "Go Down", que abre o trabalho, além das clássicas " Dog Eat Dog, a faixa-título, "Problem Child" que substituiu "Crabsody In Blue", que só viria na versão internacional de julho, e a apoteótica "Whole Lotta Rosie" que virou hino efusivo absoluto nos grandes concertos da banda até hoje.

OUÇA AQUI

Tracklist:

1. "Go Down" (5:20 para vinil) 5:33
2. "Dog Eat Dog" 3:35
3. "Let There Be Rock" 6:07
4. "Bad Boy Boogie" 4:28
5. "Overdose" 6:09
6. "Crabsody in Blue" 4:45
7. "Hell Ain't a Bad Place to Be" 4:15
8. "Whole Lotta Rosie"

A BANDA:

Bon Scott - vocal
Angus Young - guitarra solo
Malcolm Young - guitarra base, voz
Mark Evans - baixo, voz
Phil Rudd - bateria