sexta-feira, 31 de março de 2017

"Emperor of Sand", o novo bom álbum do Mastodon


O Mastodon se firmou ao longo de sua existência como um grupo de metal que se impõe pela extrema competência e segurança no que entrega.

Hoje chegou o seu novo lançamento, "Emperor of Sand", o qual discorrerei sobre em algumas palavras sem me ater à algumas comparações pejorativas com antecessores como já andei lendo por aí.

Focando apenas neste trabalho e nas sensações que ele me trouxe, digo que adorei ouví-lo.

As três primeiras canções, "Sultan's Curse", "Show Yourself" e "Precious Stones" já são porradas diretas no estômago para chegar se impondo.

Aí o disco vai se encaixando naquele status dos álbuns que vão melhorando ainda mais conforme o sequenciar da audição, do jeito que eu gosto, ganhando mais elaboração e variações de cadência, chamando o ouvinte a contemplá-lo.

É o que ocorre nas faixas "Steambreather", "Roots Remain", "Word to the Wise", "Ancient Kingdom", "Clandestiny" e "Andromeda".

Atentem para as linhas de baixo de Troy Sanders, especialmente em "Word to the Wise", pura categoria.

O guitarrista Brent Hinds navega impecável por todo o trabalho destilando seus solos classudos.
Sem perder o requinte, "Scorpion Breath" volta a pesar mais ainda as coisas e finalizando tudo o grupo entra na música que fala a minha língua, a mais extensa e profunda "Jaguar God" que se inicia com o toque de um belo violão, desembocando numa tenra melodia e canto para enfim se chegar à visceralidade.

Negativamente apenas destaco a mixagem da parte vocal, a qual achei um tanto pasteurizada, tirando o encanto das vozes naturais, deixando-as carregadas de efeitos pós-gravados.

Mas não chega a comprometer. Temos mais um puta som para ouvir e isso é bom, isso é Mastodon.

OUÇA AQUI

COMPRE AQUI EM CD E LP

Tracklist:

1. Sultan's Curse
2. Show Yourself
3. Precious Stones
4. Steambreather
5. Roots Remain
6. Word to the Wise
7. Ancient Kingdom
8. Clandestiny
9. Andromeda
10. Scorpion Breath
11. Jaguar God

A Banda:

Brann Dailor (bateria, baixo, vocais)
Brent Hinds (guitarra solo, vocais)
Bill Kelliher (guitarra rítmica)
Troy Sanders (baixo, vocais)