sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Rob Halford: "Adoramos saber que o fim do Black Sabbath não foi de verdade"



O Metal God, Rob Halford, frontman do Judas Priest, conversou com a Metal Hammer e discorreu amplamente sobre o Black Sabbath, que anunciou o fim das atividades e encerrou (ao menos em tese) os trabalhos em Birmigham no último sábado, dia 4.

Leia parte da entrevista abaixo:

Quando você ouviu o Black Sabbath pela primeira vez, e o que achou?

Halford: "Quando saiu o primeiro álbum e como todo mundo, aquele som mexeu comigo. Achei fantástico uma banda local chamando atenção (eles são da mesma região na Inglaterra) e fiquei empolgado com o sonho de cantar em uma banda famosa como eles".

Qual a primeira vez que você viu o Black Sabbath?

Halford: "Não lembro exatamente, mas sei que fiquei hipnotizado por ver eles fazendo algo tão único e intenso".

O quão importante o Black Sabbath é para a música pesada?

Halford: "Sem dúvida, todas as músicas que o Sabbath gravou foram ouvidas em todo o mundo e fizeram vocalistas, guitarristas, baixistas e bateristas de todo o mundo parar e refletir".

O que o Black Sabbath representa para você?

Halford: "O Sabbath pra mim significa o começo do verdadeiro metal. Ainda ouço a banda em busca das vibrações positivas que eles me trazem como vocalista e compositor".

Qual seu disco preferido do Black Sabbath?

Halford: "Há algo de magia em cada disco que fizeram, mas como muitos fãs eu tenho que escolher o primeiro álbum".

Você é fã da era Dio, ou apenas do Ozzy?

Halford: "A comunidade metal sabe de meu amor por Ronnie, e como Ozzy ele não pode ser substituído. Dito isto, Ozzy no microfone era a voz desde o começo".

Você acha que o Black Sabbath vai tocar novamente?

Halford: "Todos ouvimos que eles encerraram as turnês, mas assim como milhões de fãs do Sabbath mal posso esperar para vê-los novamente, todos adoramos saber que não foi o fim de verdade".

Entrevista na íntegra em inglês neste link