quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

A digníssima despedida do Stream of Passion



Foram onze melódicos anos.

Formado em 2005 pelo virtuoso guitarrista Arjen Lucassen, o grupo holandês Stream of Passion lançara naquele ano o seu álbum de estreia, "Embrace The Storm" trazendo todas as melodias compostas por Lucassen e as letras de uma soprano mexicana de linda beleza e voz, Marcela Bovio.
De lá pra cá o sexteto se modificou. O próprio Lucassen deixou o grupo, indo se dedicar com maior afinco ao seu projeto de metal progressivo, o Ayreon.
Todavia e felizmente Marcela ficou e nunca sairia até o anunciado fim do grupo em abril do ano passado via facebook.
Mas faltava um ato final, um gran finale, um epílogo para fechar o legado. Ele veio com um show irretocável (ou quase), em Amstelveen, Holanda, no mês de setembro passado, registrado e lançado em CD/DVD intitulado "Memento", que chegou em dezembro último.
Disse quase irretocável apenas por lamentar as ausências de três excelentes canções no set list: "Passion", do álbum de estreia supracitado, "Run Away" e "Games We Play", ambas do álbum seguinte, "The Flame Within", lançado em 2009.
Excetuando-se tal observação, o registro é de se tirar o chapéu, com toda a congratulação. Todas as outras grandes canções do grupo estão presentes, com direito a duas na língua espanhola, idioma pátrio da frontwoman Marcela Bovio, são elas "Nostalgia" e "Delírio", músicas lindas para se apreciar com máxima atenção e concentração.
O espanhol também pode ser ouvido em diversos outros momentos da apresentação, tais como o prólogo que Marcela faz ao iniciar a execução de "Lost", uma das melhores composições do Stream of Passion, senão a melhor.
A apresentação ainda trouxe dois ótimos covers: "Street Spirit", sucesso do Radiohead, em excepcional versão metal sinfônica e "I Have A Right", do grupo Sonata Arctica.
Vale destacar a ótima performance dos músicos, sobretudo o baterista Martijn Peters e da dupla de guitarristas Eric Hazebroek e Stephan Schultz.
A primadonna ruiva Marcela Bovio é um capítulo inteiro à parte. Cantora de mão cheia tanto para os timbres lascivos e agressivos do rock bem como para a maciez lírica do canto clássico (e ainda toca violino), sem contar o carisma, simpatia e sua aura latina que facilita e muito o seu lidar com o público.
A banda navegou seu gothic e symphonic metal progressivo por toda a apresentação num clima de absoluto fervor e uma atmosfera intensa, contudo pairando a angustiante sensação de perda, aquele clima de que tudo se esvairá e chegará o fim, ou seja, um conceito tematizado pela própria banda em boa parte de suas obras, tudo soou perfeito.
Vale a pena ver, ouvir e ter na coleção.

Tracklist completo:

Intro
Monster
A War Of Our Own
In The End
Collide
When You Hurt Me The Most
Don’t Let Go
Lost
Nostalgia
Open Your Eyes
Delirio
Broken
Out In The Real World
Street Spirit
This Endless Night
I Have A Right
Haunted
The Curse

Ouça aqui!